Fan arts de Kathryn Hudson

As ilustrações da norte-americana Kathryn Hudson são super conhecidas. É ela a responsável pelas séries das Princesas Disney vestidas para um baile de formatura e também de noivas, sendo cada vestido combinando com a época que a personagem vive.

baileformatura_kathrynhudson casamento_kathrynhudson

À esquerda: Rapunzel, Flynn Rider, Eric, Ariel, Branca de Neve e os sete anões, Lilo, Stitch, Philip, Aurora, Quasímodo e Esmeralda no baile de formatura. À direita: os casamentos de Adam & Belle, Aladdin & Jasmine, Hercules & Meg e Tarzan & Jane.

Além desses, a Kathryn já desenhou as princesas as relacionando com birthstones, que são pedras que correspondem cada mês do ano e simbolizam as qualidades que as pessoas nascidas naquele período tem. Cada uma vem com um poeminha sobre a pedra e o que ela significa, criado pela empresa Tiffany & CO.

Janeiro - Granada (Pocahontas) / Fevereiro - Ametista (Meg) / Março - Água Marinha (Mulan) / Abril - Diamante (Cinderella) / Maio - Esmeralda (Rapunzel) / Junho - Perola (Ariel) / Julho - Rubi (Branca de Neve) / Agosto - Peridoto (Belle) / Setembro - Safira (Jasmine) / Outubro - Opala (Aurora) / Novembro - Topazio (Esmeralda) / Dezembro - Turquesa (Tiana)
Janeiro – Granada (Pocahontas) / Fevereiro – Ametista (Meg) / Março – Água Marinha (Mulan) / Abril – Diamante (Cinderella) / Maio – Esmeralda (Rapunzel) / Junho – Perola (Ariel) / Julho – Rubi (Branca de Neve) / Agosto – Peridoto (Belle) / Setembro – Safira (Jasmine) / Outubro – Opala (Aurora) / Novembro – Topazio (Esmeralda) / Dezembro – Turquesa (Tiana)

Nas suas mais recentes obras envolvendo as princesas, a artista se inspirou nos anos 80. Nascida em 1985, Kathryn afirma que adora a moda da época e que sempre usa as Princesas Disney como modelos porque “quase todo mundo as reconhece e tem uma favorita“. E é verdade! 😀

Alice, Jasmine, Mulan, Branca de Neve, Jane e Ariel
Alice, Jasmine, Mulan, Branca de Neve, Jane e Ariel

Para conhecer mais do trabalho da norte-americana, acesse o seu site oficial.

– Ariel

Se as Princesas Disney fossem Príncipes e vice-versa

Assim como nesse post aqui, o dono do Tumblr Let There Be Doodles fez a sua própria versão das Princesas Disney se fossem Príncipes e vice-versa.

O resultado ficou interessante, pois ele apenas manipulou as imagens originais, fazendo com que os personagens parecessem realmente retirados do desenho.

princes_ish

As princesas viraram homens um tanto exóticos, não?! O sucesso foi tanto que ele criou também a versão dos príncipes:

princesses_ish

Achei que ficaram tão bonitos como princesas quanto as suas respectivas!

Na verdade, até mesmo o responsável por essas ilustrações gosta de confundir e se mostra tanto como homem quanto como mulher também. O artista e cosplayer trabalha com arte digital e se auto-intitula como TT. Em seu Tumblr, além de suas artes, existem várias fotos e gifs de transformação pessoais, bem divertido 🙂

– Ariel

BuzzFeed avalia os Príncipes da Disney no aplicativo Lulu

A polêmica da vez é o tal aplicativo Lulu, uma plataforma feita exclusivamente para mulheres que serve para avaliar seus amigos, parceiros, ex-namorados, o vizinho etc. Muita gente tem levado a sério o assunto, mas ainda bem que existem outros que sabem que isso não passa de uma brincadeira boba e, adivinhem, colocaram até os Príncipes da Disney no meio. Sim, aqueles mesmo, considerados perfeitos em seus cavalos brancos… Haha!

Pegando carona na nova sensação do momento, o pessoal do BuzzFeed resolveu avaliar os queridos príncipes de um jeito bem sutil, é claro, alegando ainda que as histórias seriam bem diferente, caso as princesas usassem o aplicativo. O resultado, claro, ficou super engraçado!

               

PS: A opinião das donas do blog sobre o aplicativo se diferem uma da outra, portanto não vamos entrar em questões machistas/feministas e nem expor nosso parecer. O post deve ser interpretado apenas como uma brincadeira, sem ofensas aos anti-Lulu. 😉

– Ariel

A polêmica por trás da idade da Fera

Esse assunto assombra muitos fãs da Disney, em especial os que tem como filme preferido “A Bela e a Fera”. O site BuzzFeed já até fez uma lista das 12 questões sem resposta da animação e a que mais intriga é, sem dúvidas, a idade da Fera.

No início do longa temos a explicação que a Fera, mais conhecido como Príncipe Adam (aliás, não sei da onde tiraram esse nome porque ele não é citado no filme), é amaldiçoado por uma feiticeira por ser arrogante e egoísta. As imagens mostram um rapaz, evidentemente adulto, e isso seria completamente aceitável se o narrador – na versão em inglês original não dissesse que a tal rosa encantada iria murchar no aniversário de 21 anos dele.

Agora dando uma acelerada no filme… Na cena em que Lumiere canta “By My Guest” para a Belle, ele diz que estão amaldiçoados há 10 anos. Ou seja, o príncipe tinha apenas 11 anos quando foi transformado em fera.

Po, quem iria amaldiçoar uma criança só porque ela não deixou entrar em casa?! Sendo que, aparentemente, ele é órfão e estava sozinho! Provavelmente ficou com medo ou sei lá. Feiticeira sem paciência essa, não?!

Bom, eu prefiro acreditar que isso foi um erro do narrador, que na verdade quis dizer que a maldição duraria 21 anos, independente da idade da Fera, e que por 21 anos ele e todos no castelo congelaram no tempo. Isso explicaria também o fato de que, quando a Belle quebra o encanto, ele está exatamente igual ao retrato que ele rasga no início do filme.

E eu escrevi isso tudo porque? Porque a nossa Kida Caiçara encontrou no DeviantArt uma artista que imaginou como a Fera seria logo quando foi transformado, com apenas 11 anos.

fera11anos-princesascaicaras

Fofo demais, né?! Foi por isso que eu fiz questão de contar essa história toda aqui no blog, haha! Quem teria coragem de ser ruim com um bichinho desse?! Parece um filhotinho (tá, não deixa de ser um mesmo)! No canto temos o mesmo em sua forma humana, também com 11 anos.

A responsável pela ilustração é Xibira e a análise dela completa sobre o assunto pode ser vista aqui.

E você? Qual sua opinião sobre a polêmica por trás da idade da Fera? Comente! 😀

– Ariel

Personagens escondidos em filmes da Disney

Muita gente sabe que um monte de filmes da Disney escondem easter eggs, expressão usada para coisas ocultas em cenas ou qualquer tipo de sistema virtual. Darei um exemplo de um dos mais famosos, na minha opinião: o Scar, de “O Rei Leão” (1994), em “Hércules” (1997).

easteregg-princesascaicaras-01

Eu, como fã da Disney, adoro ver e saber dessas curiosidades. Acho o máximo essa mistura de filmes e personagens e sempre tento procurar algum quando assisto a alguma animação. Aqueles produzidos pela Pixar também costumam esconder vários easter eggs, inclusive de personagens de filmes futuros. É o caso da aparição do Nemo, de “Procurando Nemo” (2003), que pode ser visto em “Monstros S.A.”, lançado dois anos antes:

easteregg-princesacaicaras-02

Isso já deu tanto o que falar que já inventaram até uma teoria muito confusa, em que afirmam que os filmes da Pixar são todos um só, mas vamos deixar esse assunto para outro post.

Se você ainda não havia reparado nos easter eggs da Disney, separamos alguns bem interessantes que podem ser conferidos logo abaixo:

easteregg-princesascaicaras-03

Em “A Pequena Sereia” (1989), temos dois easter eggs. Logo no início do filme, com a chegada do Rei Tritão no concerto das filhas, podemos ver o Pateta e o Mickey na plateia. Já quase no finalzinho, veja quem são dois dos convidados do casamento de Eric e Vanessa… O sogro da Cinderella e o Duque!

eastereggs-princesascaicaras-04

Acho que o Aladdin estava tirando uns dias de folga em Nova Orleans quando Tiana e Naveen se conheceram. Em “A Princesa e o Sapo”, de 2009, há dois easter eggs da animação de 1992. Numa das primeiras cenas (foto debaixo) podemos ver o tapete do príncipe de Agrabah estendido em uma varanda e, enquanto Mama Oddie canta uma música, ela joga alguns objetos e um deles é a lampada do namorado de Jasmine. Já na cena do desfile de carnaval, o Rei Tritão de “A Pequena Sereia” (1989), é homenageado com um carro alegórico.

easteregg-princesascaicaras-05

Falando em Aladdin… Na cena em que o Gênio está prestes a transformá-lo em príncipe, o Sebastião de “A Pequena Sereia” aparece pendurado em seu dedo. E olha a pelúcia de quem que está entre os brinquedos do Sultão… A Fera, de “A Bela e a Fera” (1991)!

easteregg-princesascaicaras-06

É claro que não perderiam a oportunidade de juntar “A Dama e o Vagabundo” e “101 Dálmatas” de alguma maneira. O casal protagonista da animação de 1955 faz uma rápida aparição em “101 Dálmatas”. Até a Peg, amiga do Vagabundo, aparece no filme de 1961 na vitrine de um pet shop.

easteregg-princesascaicaras-07

Em “O Corcunda de Notre Dame” (1996), a Belle de “A Bela e a Fera” (1991) aparece no canto de uma cena, distraída lendo um livro. Easter egg apropriado, já que ambas histórias se passam em Paris.

easteregg-princesascaicaras-08

“Lilo & Stitch”, de 2002, é cheio de easter eggs – o que não é surpresa, pois até o trailer da animação mostra, descaradamente, Stitch arruinando diversas cenas clássicas de outros filmes (clique aqui para assistir). Provando também que não são só personagens que se escondem, como também objetos que muitas vezes vemos como “sem importância”, em “Lilo & Stitch” há uma mistura de Disney com Pixar (tá, eu sei que um pertence aos outros, mas estou levando em consideração a mistura de desenhos em 2D e 3D). Em uma das cenas, podemos ver a bola Luxo’s Jr, que ficou mais conhecida em “Toy Story” (1995). Já Nani, irmã de Lilo, parece ser fã de Mulan, pois vemos um pôster do filme de 1998 pendurado em seu quarto. E entre os brinquedos de Lilo, há também uma pelúcia de Dumbo (1941).

easteregg-princesascaicaras-09

Esse também é conhecido e bem notável. Em uma cena de “Tarzan” (1999) podemos ver Mrs. Potts, de “A Bela e a Fera” (1991), e seus “filhos-xícaras”.

easteregg-princesascaicaras-10

Finalizando com o meu easter egg preferido! Em “Enrolados” (2010) podemos ver três livros de clássicos da Disney espalhados pelo chão. São eles: “A Bela e a Fera” (1991) está à esquerda, o de “A Bela Adormecida” (1959) está aberto perto da janela e “A Pequena Sereia” (1989), com Ariel na capa e tudo, está à direita. Lindo, né?! Além disso, podemos também ver o Pinocchio (1940) no boteco em que o Flynn Rider leva a Rapunzel.

BÔNUS: Não sei se esse pode ser considerado um easter egg, mas é uma curiosidade e tanto. Jodi Benson, a voz por trás de Ariel, faz uma pequena aparição em “Encantada”, de 2007, como a secretária do personagem Robert.

(L_R)  AMY ADAMS, JODI BENSON

Se surpreendeu com tanta coisa escondida? Caso você tenha visto algum easter egg que não citamos por aqui, deixe nos comentário! 😉

– Ariel

Artista monta Princesas Disney com vestimentas de seus Príncipes

Veja abaixo algumas princesas usando as roupas de seus respectivos príncipes:

          

O artista responsável pelas ilustrações é conhecido como Godo e na sua conta no DeviantArt podem ser encontradas outras obras suas com tema Disney. Aliás, dá pra perceber que a preferida dele é a Jane, hehe. O diferencial dessas imagens é que elas são tão perfeitas que parecem originais! Para ver o restante da série, clique aqui.

– Ariel

Princesas Disney estampando capas de revistas

O blog oficial Oh My Disney mais uma vez trouxe um post fofinho e interessante, mostrando como seriam as revistas no mundo mágico de Disney e, claro, com as suas maiores estrelas nas capas: as Princesas!

Veja algumas delas:

  

Achei legal e bem feito, mas eles não foram os pioneiros no assunto. O Tumblr Petite Tiaras já tem uma sessão parecida há um tempo, onde mostra as princesas e também os príncipes ilustrando revistas famosas e reais, não só na capa como também em matérias inventadas. Na minha opinião, acho que assim fica bem mais divertido!

  

– Ariel

Disney Store lançará nova série de bonecas limitadas da Designer Collection

Como prometido nesse post aqui, hoje falaremos sobre a linha de bonecas luxuosas edição limitada e exclusiva da Disney Store.

A série leva o nome de “Designer Collection”, criada por Steve Thompson, e já teve duas edições: a “Disney Princess Designer Collection” e a “Villains Designer Collection”. A primeira conta com as Princesas Disney em vestidos e penteados de gala, enquanto a segunda leva a mesma temática, só que com as vilãs.

Ilustrações da “Disney Princess Designer Collection”

A linha de produtos também inclui esmaltes, cadernos e bolsas, mas o que mais chama atenção mesmo são as bonecas. São vendidas apenas 1000 exemplares de cada personagem e elas podem ser encontradas apenas na Disney Store física.

Esse ano uma nova coleção será lançada, intitulada “Disney Fairytale Designer Collection”, que trará novamente as Princesas, mas dessa vez com seus pares românticos. Por enquanto só foram divulgadas as ilustrações dos casais, as vendas dos produtos devem ter início ainda no final desse mês.

dfdc

Provavelmente ainda façam alterações nos visuais, além de incluírem a Cinderella e o Príncipe Charming (quem sabe até outros casais?!), mas eu amei demais a Branca de Neve com cabelo comprido e especialmente a roupa da Ariel!

Quem é fã das Princesas e vai para a Disney por esses dias e tiver a oportunidade de comprá-las, o meu conselho é que não pense duas vezes e apenas compre! É uma chance única e elas realmente estão belíssimas! Cada caixa trará o casal custando em torno de $130 dólares.

– Ariel

Por trás das vozes – Os dubladores de “A Bela e a Fera”

“A Bela e a Fera” está no top 3 da maioria dos fãs Disney no Brasil e é sobre esse “queridinho” brasileiro que o nosso especial sobre dublagem vai abordar hoje.

A começar por Robby Benson, que fez a voz do Príncipe Adam, mais conhecido como a Fera. Benson teve uma trajetória como artista que inclui alguns espetáculos da Broadway, experiência essa que fez o ator ter o papel no clássico Disney, depois de tantos testes e tanta competição. No Brasil, a voz do príncipe ficou por conta de Garcia Junior que também dublou o vilão Gaston (além do Príncipe Eric, de “A Pequena Sereia” – já vimos aqui). Ao contrário do Brasil, em que mocinho e vilão tem a voz do mesmo dono, nos Estados Unidos quem dublou Gaston foi Richard White.

Robby Benson
Robby Benson

Quanto a princesa Bela, quem emprestou a voz foram as atrizes e cantoras Paige O’Hara e Ju Cassou. Paige, na época com 21 anos, descobriu que tinha ganho o papel três dias depois de ser pedida em casamento. Semana de emoções para ela e sorte a nossa que podemos aproveitar toda a alegria e sentimentos que estavam mais aflorados pela atriz.

Paige e Ju
Paige e Ju

Murice, pai da Bela, foi dublado por Rex Everhart (1920-2000) e Pietro Mario. A incrível Madame Samovar (Mrs. Potts) teve a voz de Angela Lansbury e Miriam Peracchi. O simpático candelabro Lumiere, pelo ator de musical Jerry Orbach e pelo brasileiro Ivon Cury (1928-1995). Já a sua namoradinha, o espanador, teve as vozes de Kimmy Robertson e Maria da Penha. O fofinho Zip, por Bradley Pierce (“Jumanji”) e, curiosamente, no Brasil por uma moça chamada Priscila Ribeiro.

dubladores-abelaeafera
Rex, Pietro, Angela, Miriam, Jerry, Kimmy e Bradley

Curiosidade: Quem dublou Orloge (o Relógio) foi David Ogden Stiers, que também é a voz do narrador do prólogo do filme.

BÔNUS: Não sabemos qual a procedência da fonte, porém em vários sites sobre a Disney falam sobre esse suposto depoimento de Robby Benson (a Fera):

“Esta foi a oportunidade mais emocionante da minha carreira. Sempre fui um grande fã da animação Disney e só de saber que meus filhos crescerão assistindo a esse filme o torna um projeto muito mais especial que todos os outros dos quais já participei. Também fiquei muito satisfeito em ter sido escalado para o papel, porque não é o tipo de personagem que normalmente costumo interpretar. Desde o momento em que cheguei para os testes e li os diálogos, soube instintivamente como interpretar o personagem. Ele me deu a chance de usar uma parte da minha personalidade que não costumo explorar e de aproveitar toda a extensão da minha voz natural de baixo”.

No próximo post falaremos da dublagem do filme (lindo, o melhor, incrível, o máximo) “Aladdin” – ta, sou suspeita! Hahaha! 😉

– Love, Jasmine