Algumas teorias por trás das animações Disney

Todo mundo já ouviu falar de algumas teorias por trás das grandes animações da Disney. Por causa dos diversos easter eggs já encontrados nos filmes, as pessoas começam a imaginar ligações entre uma história e outra.

Uma das teorias mais famosas foi elaborada no ano passado por um cara chamado Jon Negroni, na qual ele intitulou simplesmente de “Teoria Pixar”. O norte-americano afirma que todos os longas do estúdio acontecem no mesmo universo, o que significa que todos os acontecimentos em todos os filmes podem ter, ou não, consequência uns nos outros. É meio difícil de entender e, apesar de fazer bastante sentido, dá um nó enorme no cérebro! O texto original pode ser lido aqui, porém, o Canal Nostalgia criou um vídeo super bem explicado sobre o tema, o que dá uma facilitada na hora de entender esse assunto complexo:

 

Ainda sobre a Pixar, recentemente outra teoria de Jon Negroni se tornou viral na internet envolvendo Toy Story. De acordo com ele, a mãe do Andy é, na verdade, a Emily, antiga dona da boneca Jessie.

Tudo porque no segundo filme da saga, vemos Emily usar um chapéu cowboy idêntico ao de Andy, que por sua vez é uma reprodução do chapéu de Jessie. Visto que a turma do Woody é inspirada num desenho antigo, a mãe do garoto realmente poderia ter doado seus brinquedos na adolescência e, por ironia do destino, os mesmos foram parar no quarto do seu filho. O texto original, com imagens que provam a teoria, pode ser conferido aqui.

Agora, uma teoria que acaba de surgir com um filme tão novo quanto.

Quando as primeiras imagens de “Frozen” foram divulgadas, muita gente reclamou do fato de Anna ser muito parecida com a Rapunzel, de “Enrolados” (2010). Pode ter sido proposital, pois quando a animação estreou, todos repararam na presença da própria Rapunzel e seu marido Flynn Rider na cena em que a coroação de Elsa estava sendo preparada.

??????

Isso já foi suficiente para diversas teorias pipocarem por aí. A primeira seria que as irmãs Elsa e Anna seriam primas de Rapunzel por parte de mãe – ou seja, as Rainhas de Arendelle e de Corona seriam irmãs.

queenofcorona_queenofarendelle

A mãe da Rapunzel, Rainha de Corona, à esquerda, e a mãe de Elsa e Anna, Rainha de Arendelle, à direita.

A partir daí, muitos outros pontos foram ligados.

Começando pelo início (duh!)… A história de “Enrolados” se passa num reino fictício chamado Corona, e “Frozen” em Arendelle. Porém, podemos dizer que, já que “Enrolados” foi inspirado no conto de Rapunzel, que se passa na Alemanha, e “Frozen” fora baseado em “Rainha do Gelo”, que se passa na Noruega, então ambas histórias se passariam nesses respectivos países.

Os pais de Elsa e Anna morreram numa trágica tempestade que naufragou o navio em que levava os dois. O filme não diz o lugar exato de onde eles estavam indo, mas levando em conta que esse acontecimento foi há 3 anos atrás, sugere-se que o casal estava indo para Corona para prestigiar o casamento de Rapunzel e Flynn.

Isso explica o fato de, três anos mais tarde, Rapunzel ter aparecido na coroação de sua prima Elsa, como um gesto de condolência e apoio.

Agora, indo mais longe… A história de “A Pequena Sereia” foi escrita originalmente pelo mesmo autor de “Rainha do Gelo”, e se passa na Dinamarca. O país fica bem entre a Noruega e a Alemanha, portanto, faria muito sentido se o navio que Ariel explora no início de seu filme fosse, na verdade, o navio que levava os pais de Elsa e Anna!

teoria_frozenenroladospequenasereia

Apesar de tudo fazer muito sentido, tanto a Disney quanto a Pixar nunca se posicionaram sobre o assunto.

E você, o que acha dessas teorias? Concorda com elas? Conhece mais alguma? Deixe sua sugestão nos comentários! 🙂

– Ariel

Anúncios